Archives

Quem quando criança nunca quis ser famoso? Até diria mais, quem hoje em dia nunca quis ser famoso? Essa vontade não passa, pelo contrário só aumenta com as possibilidades trazidas pela cultura da internet.

A mais nova realizadora dos sonhos juvenis é a empresa Ark Music Factor, que está dando o que falar com a cantora prodígio Rebecca Black, de 13 anos. A dupla, Patrice Wilson e Clarence Jey, por trás da Ark Music Factor, captou esse desejo insaciável dos tweens/adolescentes de virarem popstars e criou uma produtora democrática (e bem paga) com foco em potencializar a voz de meras crianças em hits do Youtube.

A fórmula é transparente: eles transformam filhinhos, entre 8 a 17 anos, de pais ricos em astros musicais da web, através do fabuloso auto-tune: ferramenta que corrige ou distorce performances vocais. A dupla de criadores escreve e produz o “single”, ajusta o necessário e ainda desenvolve um clipe usando Chroma Key. Por fim, postam no Youtube.

O resultado é um portfólio de novos “talentos” mirins que podem, ou não, se tornar futuros cantores.

Acredito que esse cenário possa ser negativo às crianças, na medida em que as torne ainda mais mimadas e ansiosas, onde o dinheiro as mostra que pode comprar a fama e encurtar o trajeto para os desafios de alcançar seu sonho. Os poetas já diriam que a felicidade é encontrada no caminho e não no destino.

Mas temos que considerar que é genial a oportunidade abraçada pelos caras. Eles materializaram um novo modelo de negócio, alinhado ao comportamento versus as ferramentas de hoje. Em épocas de American Idol aceitando pessoas de 15 anos, Justin Bieber já com filme em 3D e Show de Calouros mirim até no SBT (Programa Cantando), qual criança, tween ou adolescente, do Brasil e do mundo, não sonha em ser um superstar?

inspirado no tweet de @nandaobregon + Site Revista Trip

A velha, boa e prática América. A mesma que inventa o problema, traz a solução.

Quase 40 anos depois da invenção do Ziplock, três mães da nova geração, incomodadas com os 20 milhões de saquinhos plásticos que vão para o lixo diariamente, criaram a Three Green mom’s.  Uma empresa que só em 2009 tirou 12 milhões de sacos plásticos da hora do lanche e do lixo. A fórmula simples e genial. ” Food-safe, dishwasher-friendly, moderately-attractive reusable bag”. Dito e feito. Clique e clap-clap.

Eu adoro animais e sou da turma que acha que as crianças têm muito a ganhar com animais de estimação. Meu filho adora minha pastora alemã e ela, geralmente brava, fica um doce de coco com ele. No haras, meus sobrinhos pequeninos usavam o focinho do meu cachorro Bullmastiff, o Adonis, de escada para subir no sofá. E ele fazia questão de ficar imóvel. Até tenho alguns amigos com horror a animais, mas a maioria gosta de bichos e os têm –e acho que os filhos destes lucram com essa aproximação com a natureza. Mas ontem saiu uma notícia que me fez pensar no assunto de outro ângulo. Não são apenas os filhotes humanos os que saem ganhando com animais de estimação. Vejam a foto ao lado e a notícia aqui.

Não achou o que queria? Procure aqui:

Busca por Mês

Não perca mais nada. Siga-nos:

Recent Posts

Lancheira T-Rex

Lancheira T-Rex

Notabag

Notabag

Chupeta The Pop

Chupeta The Pop

Adesivos de Mapa Mundi

Adesivos de Mapa Mundi

Nimuno Loops

Nimuno Loops

Nosso feed no Facebook. Muito mais conteúdo. Curta a gente por lá também!

Conheça e curta o e*ideias: