App, Brinquedo, Consumo, Design, Educação, Geek, Inspiração, STEM

Monimalz, a evolução do cofrinho

Monimalz é uma solução divertida de cofrinho desenvolvida pelo hub de inovação dos correios da França (La Poste). Ele pode ter como base um panda, uma baleia ou um macaco que, de forma intuitiva e lúdica, ensinam a gerenciar o dinheiro.

Monimalz aceita moedas e transferências bancárias para a conta bancária conectada da criança. Ele está conectado a um aplicativo mobile para que toda a família possa transferir dinheiro. Os pais também podem enviar mensagens que percorrem o Monimalz ou definir missões e desafios que podem ser recompensados, por exemplo, ‘me ajude a lavar o carro’.

Quando uma moeda é adicionada ou a parte de trás é acariciada, Monimalz ganha vida. Ele mostra o valor das moedas, acrescenta isso ao seu total existente e mostra o novo total em sua barriga, ou se ilumina com animações e sons divertidos. O mesmo acontece quando são feitas transferências bancárias de presente de aniversário por exemplo.

Monimalz foi projetado para evoluir com a criança: o visual pode ser personalizado com adesivos, sua capa é trocada por um padrão ou design robótico e vem com um universo de jogos divertidos de contagem, matemática e economia adaptados à sua idade.

Atualmente o Monimalz faz muito mais agregando joguinhos e o ensino de inglês. Vale a pena conferir aqui.

App, Brinquedo, Consumo, Geek, STEM

Matatalab, aprendendo a programar sem usar telas

Interessante este brinquedo que ensina crianças de 4 a 9 anos os princípios de programação sem fazer uso de telas. Explora a criatividade e ensina a criança conceitos fundamentais de programação em bloco.

Ensina a programar de uma forma intuitiva, sem precisar saber escrever ou ler. Sem computador, sem tela, sem configuração complicada, o Matatalab permite programar um robô para criar música e produzir arte. Confiram abaixo um vídeo que demonstra as funcionalidades básicas e aqui todos os detalhes deste produto comercializado na Amazon.

Consumo, Geek, STEM

Raspberry Pi agora tem uma loja na Inglaterra

Programação pode ser simples, divertida e acessível. Essa é a premissa do Raspberry Pi.

Raspberry Pi é um mini-microcomputador acessível que foi criado na Inglaterra com o objetivo é promover de ensino em Ciência da Computação básica em escolas, promover inclusão e empoderamento social. Vem sendo também, em função de seu tamanho e do baixo custo, muito utilizado como plataforma para soluções de IOT – Internet das Coisas.

Uma das novidades quentes, e o motivo deste post é comentar a abertura da primeira loja de varejo de Raspberry Pi na cidade de Cambridge na Inglaterra. Abaixo dá para ver um vídeo que mostra um pouco da loja.

Estamos aqui no cool*ruja na torcida para que esta novidade se espalhe e ganhe o mundo.

Brinquedo, Faça você mesmo, Geek, STEM

Nintendo Labo

Nintendo Labo é um conjunto de acessórios feitos de papelão que podem ser montados e usados com o Switch. Os kits permitem que o jogador utilize o console híbrido para interagir com uma série de acessórios e periféricos educativos. O Nintendo Labo oferece os projetos, chamados Toy-Cons que variam desde uma vara de pescar, uma casinha, um piano até um traje de robô. A ideia da empresa é que o produto, voltado para crianças, permita criar, montar e usar os recursos do Switch como um brinquedo educativo.

 

Brinquedo, STEM

Earthtiles: Blocos Magnéticos de Madeira

Blocos de construção estimulam a flexibilidade cognitiva e a confiança criativa em crianças pequenas. Earthtiles são blocos magnéticos de madeira que encorajam a criatividade, desenvolvem o pensamento espacial e até mesmo expõem as crianças aos fundamentos da geometria. Os pequenos desenvolvem o conhecimento de STEM e habilidades motoras enquanto jogam. O kit com 32 peças custa $74,95.

Brinquedo, Consumo, Inspiração, STEM

NASA + American Girl: Luciana Vega

A NASA colaborou com a American Girl para inspirar as crianças a sonharem alto e alcançarem as estrelas. A ideia da parceria é inspirar mais meninas a aprenderem mais sobre ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM).

O primeiro resultado dessa união é Luciana Vega, a boneca astronauta a ser a primeira habitante de marte. Além da boneca foram criados um livro, um kit e uma estação espacial. Vale conferir mais sobre o projeto aqui.

Brinquedo, Consumo, Geek, STEM

Tello, um drone para quem quer aprender a programar

A chinesa DJI fez uma parceria com a Ryze Tech para criar um modelo de drone de baixo custo (US$ 99) com foco nas crianças e adultos que querem aprender a programar.

Batizado de Tello, o drone pesa apenas 80 gramas e é compacto. Ele pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h e uma distância de 100 metros, transmitindo imagens ao vivo em HD (720p). A câmera integrada tira fotos de 5 megapixels.

O controle é feito por meio de Bluetooth, seja por meio de um aplicativo no smartphone ou de um controle dedicado. Alguns recursos tornam ele ainda mais especial: você pode jogá-lo no ar para que ele comece a voar. Pode também deslizar o dedo na tela do aplicativo para fazer manobras aéreas e gravar vídeos com trajetórias pré-definidas.

Ele possui sensor de colisão, proteção nas hélices e sistema contra falhas, permitindo pousar com segurança mesmo se a conexão for perdida. E, por meio do kit de desenvolvimento, é possível programá-lo com a linguagem Scratch, desenvolvida pelo MIT para ajudar as crianças a programarem.

Vale a pena conferir o vídeo: